A Prefeitura de Teresina, através do Programa Lagoas do Norte, iniciou a limpeza do Canal do Matadouro. Nesta fase, também estão sendo monitorados os animais que compõe a fauna da região com o objetivo de evitar danos ambientais. A ação faz parte da requalificação ambiental e urbana da região.

 
A limpeza do canal e de suas margens consiste na retirada de entulhos e de plantas rasteiras que impedem o curso natural das águas com o auxílio de uma retroescavadeira. Conforme a máquina avança, uma empresa de consultoria ambiental monitora o ambiente para evitar danos à fauna da região.

 
A bióloga e educadora ambiental do Programa Lagoas do Norte, Zelinda de Oliveira, fiscaliza o monitoramento e explica que a finalidade deste trabalho é resgatar e afugentar esses animais para regiões onde eles não corram riscos. “O objetivo é evitar que esses animais sejam mortos ou machucados durante a intervenção. Temos a preocupação em assegurar a vida desses animais sem que eles sejam retirados do seu habitat natural”, afirma.

 
Ao todo, 36 animais já foram resgatados desde o início da limpeza do canal. Dentre eles, estão 20 cágados, 15 iguanas e um jacaré. Os animais são remanejados para a área do Canal do Matadouro que ainda não recebeu a intervenção e para as lagoas do Parque Lagoas do Norte.

 

“Os animais são retirados das proximidades das máquinas e levados para o trecho que ainda não passou por intervenção e para a Lagoa do Cabrinha no Parque Lagoas do Norte. Esse trabalho é feito diariamente durante a limpeza do terreno e preparação para a terraplanagem da área”, diz a educadora ambiental.

 
Canal do Matadouro

 
Além da limpeza do canal, será feita também o plantio de espécies nativas em toda extensão. A concepção do Canal do Matadouro é semelhante à do Canal da Vila Padre Eduardo. Serão preservados o solo natural, a vegetação e o percurso da água.

 

Haverá ainda a construção de calçadas e melhorias de vias com acessibilidade e a criação de espaços de lazer, como playground e academia. A obra contempla ainda a implantação da rede de esgotamento sanitário da Vila Santo Afonso e obras de drenagem.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).