Teve início nesta segunda-feira(16), no Parque Lagoas do norte, a ação Justiça Itinerante do Tribunal de Justiça do Piauí(TJ-PI). A população da zona Norte de Teresina e demais regiões compareceu em peso para a utilização dos serviços judiciais e sociais gratuitos que, no primeiro dia de ação, conta com os serviços da Defensoria Pública do Estado, Ministério Público Estadual(MPE), TJ-PI e SEBRAE.

“Vamos atender cerca de 1.500 pessoas por dia. Provavelmente esse número vai ser maior, mas estamos preparados para isso. Hoje a comunidade respondeu muito bem e muitas pessoas já tiveram seus problemas solucionados”, destacou a gerente do Parque, Viviane Bandeira.

A iniciativa acontece até a próxima sexta-feira(20), de 8h às 14h , na administração do Parque. O atendimento é feito por ordem de chegada com a utilização de senhas limitadas. O morador da região, Nildácio Ribeiro, que já garantiu a sua, disse que vai utilizar o serviço de divórcio e destaca a objetividade da ação. “É muito bom para o povo uma ama ação próxima da comunidade. Vou resolver um problema que tento há 6 anos e ainda não consegui. Mas dessa vez, pelo que vejo, vai dar certo”, declarou.

Durante a Justiça Itinerante no Parque, a população conta com atendimentos como emissão de RG; retificação de registro civil (qualquer alteração no registro de nascimento e casamento); orientações e reconhecimento de paternidade; atendimento e orientação jurídica; registro de microempresas e oficinas; suprimento de óbito; suprimento de registro civil (pessoas que não têm certidão de nascimento); divórcio consensual; orientação sobre passe livre para idosos e deficientes; oficina da beleza, dentre outros.

A iniciativa, que é realizada pela primeira vez no Parque Lagoas do Norte, acontece em parceria com a Prefeitura de Teresina, por meio do Programa Lagoas do Norte, e com a Defensoria Pública do Estado, INSS, Sebrae, MPE, dentre outros órgãos e instituições. Um dos parceiros presentes na ação, o MPE destaca os serviços oferecidos para a zona Norte, como informações sobre o direito do consumidor por meio do PROCON. “Temos realizado atendimentos relacionados à defesa do consumidor. Problemas de negativação indevida, cartões de crédito, talões com cobranças exageradas, entre outros. Essa descentralização do trabalho que fazemos, levando o PROCON para outros bairros e cidades, faz com que possamos levar cidadania para os mais vulneráveis”, afirmou o coordenador técnico do PROCON, Edvar Carvalho.

Criada em 2013 pelo TJ-PI, a Justiça Itinerante é um programa que leva inclusão social e cidadania para a população por meio da descentralização de serviços extrajudiciais e outros que são oferecidos por parceiros da ação.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).