A Prefeitura de Teresina encaminhou nesta sexta-feira (13,) para apreciação da Câmara Municipal, o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício de 2019. De acordo com o projeto de lei, a administração municipal prevê para o próximo ano o montante de R$1.500.073 bilhões em recursos próprios.

 

A LDO traça as metas, diretrizes e prioridades da administração municipal e serve de base para a Lei Orçamentária Anual. O texto apresenta as prioridades gerais que norteiam a administração pública representada por cinco eixos: Inclusão Social, Sustentabilidade Ambiental, Produtividade Econômica, Qualidade de Vida e Governança.

 

“O projeto de lei foi elaborado levando em conta toda a atual conjuntura econômica do país, mas seguindo e dando continuidade à programação da administração municipal e prioridades para a construção de uma Teresina como uma cidade inclusiva e justa, e sustentável dos pontos de vista econômico e ambiental”, destacou o secretário municipal de Planejamento e Coordenação, José João Braga.

 

Destacam-se para 2019 investimentos em diversas zonas da cidade, com recursos provenientes principalmente de outras fontes de recursos. Na programação está a requalificação e revitalização do Novo Centro de Teresina e investimentos em pavimentação e requalificação de vias, além da construção da Ponte da UFPI e da 2ª Ponte da Avenida Poti, através do Programa PAC – Pacto pela Mobilidade.

 

No que concerne à mobilidade urbana, a LDO prevê investimentos na implantação do Sistema BRT (Bus Rapid Transit), de faixas exclusivas e a implantação do Centro de Controle Operacional com recursos federais do Programa Pacto pela Mobilidade e PAC Mobilidade Grandes Cidades.

 

O projeto de lei prevê ainda R$ 1.134,2 milhões para a Saúde e R$ 557,2 milhões para a Educação. O texto também contempla o investimento de recursos de operação de crédito para a segunda etapa do Programa Lagoas do Norte e para investimentos como a segunda etapa da via Marginal Sul, reforma do Mercado Central, estruturação do Parque da Floresta Fóssil, elaboração do Plano Diretor de Arborização de Teresina, implantação de Ciclovias, dentre outros.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).