Como tradicionalmente acontece nos períodos de cheia do Poti e Parnaíba, o Parque Encontro dos Rios está recebendo uma parte dessas águas. Sua reforma, que completou um mês de entregue à população, foi projetada para suportar os alagamentos, preservando a concepção original do parque.

De acordo com o diretor executivo do Programa Lagoas do Norte, Leonardo Madeira, é natural que haja alagamentos no Encontro dos Rios, pois ele foi construído numa cota inferior à de inundação. “Assim, todo o ambiente foi conservado com o objetivo de manter as condições originais, bem como sua paisagem peculiar”, explicou. “No que diz respeito às áreas já alagadas, os técnicos da Prefeitura de Teresina têm monitorado todo o local e estão prontos para efetuarem as correções que forem necessária em decorrência das inundações”, ressaltou Leonardo.

A Prefeitura tem atuado no bombeamento das águas que se acumulam com as chuvas no local com o objetivo de diminuir eventuais transtornos nas áreas. Esse sistema foi fruto de investimentos da Prefeitura de Teresina, por meio do Programa Lagoas do Norte, ao longo dos anos. “A capacidade instalada é de 9 m³/s, ou seja, é como se despejasse no rio Parnaíba uma piscina olímpica a cada 5 minutos, mantendo, assim, as águas das lagoas numa cota de segurança também para o local”, destacou Leonardo Madeira.

Equipes de limpeza da Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU Centro/Norte) também serão deslocadas ao ponto turístico para fazer o serviço nos locais por onde a água chegou. A administração municipal tem ainda prestado a assistência necessária aos permissionários.

“Fizemos a visita e ouvimos os permissionários sobre as principais demandas. Solicitamos ainda a limpeza do local que será realizada pelas equipes da SDU conforme a água dos rios diminua”, reiterou a superintendente executiva da SDU Centro/Norte, Márcia Muniz.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).