O Projeto Cultural “Se Essa Rua Fosse Minha”, iniciativa da Prefeitura de Teresina através da Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (Semplan), entra em fase final na edição de 2018. As ruas com nomes dos homenageados já foram sorteadas e a entrega das placas para as famílias acontece no próximo dia 30, no auditório Ypê da Uninovafapi, zona Leste. Um dos homenageados este ano é o cantor e compositor Jones Lopes, conhecido popularmente como My Brother, falecido em 10 de junho deste ano.

Embora nascido no Rio de Janeiro, My Brother morou no Piauí por mais de 30 anos. Ele morava em Brasília na década de 1990 e veio para Teresina cumprir uma série de shows que foi contratado para fazer na capital. Durante os shows, o artista conheceu e se apaixonou pela esposa Socorro Batista, que foi uma forte influência para a sua permanência na cidade.

My brother criou raízes em Teresina, onde viveu por quase 30 anos. Ele foi intérprete do hino do presidente Figueiredo e participou do 1º vinil em homenagem aos 30 anos de Brasília, onde recebeu a comenda de honra ao mérito Bernardo Saião. Em Teresina, ganhou duas vezes o concurso de marchinhas e em 2015 recebeu o título de cidadão teresinense.

“My Brother deixou de legado para a nossa família a bondade, a tranquilidade e a paciência que tinha com o próximo. Sempre muito gentil e paciente. Isso nos fez olhar a vida de uma forma mais ampla. Ele fez muitos amigos nesse tempo que morou em Teresina. Sempre foi muito querido pela sociedade, tudo isso por causa da música, seu primeiro amor, que abria portas, tocava o sentimento das pessoas, e conquistava amizades com facilidade. Seu jeito de vestir e o violão sempre do lado eram marcantes para quem conhecia o My Brother”, enfatizou o filho, Thiago Batista.

Mara Fortes, sobrinha do artista, foi quem o inscreveu no concurso. De acordo com Mara, a família se sente bastante feliz com a homenagem, por tudo que seu tio representou para a Teresina. “Ficamos felizes com o reconhecimento que ele possui em Teresina. My Brother contribuiu com a cultura da cidade, com suas canções e composições, que ganharam muitos prêmios em eventos da cidade. Convivíamos muito bem e ele sempre alegrava as festas da família, com sua bela voz. Na nossa família tem outros artistas, que adoravam fazer parcerias com o My Brother. Ele era Carioca, mas amava o Piauí”, disse.

Jhamille Almeida, secretária executiva de Planejamento Urbano, ressalta que o principal do projeto é fazer com que as famílias se sintam prestigiadas. “Queremos que as famílias sintam orgulho pela homenagem prestada aos seus entes, confirmando o reconhecimento pelas contribuições dadas por eles a comunidade”, afirma. “Esta é uma forma que a Prefeitura de Teresina encontrou para valorizar o cidadão que influiu para o crescimento de Teresina. Esperamos que todas as famílias compareçam na entrega das placas”, completa o secretário municipal de Planejamento e Coordenação, José João Braga.

O concurso “Se Essa Rua Fosse Minha” acontece anualmente com o objetivo de batizar vias de Teresina que ainda não foram nomeadas com nomes de pessoas que fizeram parte da história das comunidades da capital. Após o sorteio e oficialização dos novos nomes através de projeto de lei aprovado na Câmara de Teresina, as famílias dos homenageados receberão as placas comemorativas na solenidade marcada para a próxima quinta-feira, a partir das 18h30, na Uninovafapi.

Print Friendly, PDF & Email

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).