A Prefeitura de Teresina, a convite do Sindicato das Empresas de Construção Civil (Sinduscon), participará e apoiará um workshop de implementação do BIM (Building Information Modeling) na próxima segunda-feira (22). O objetivo do evento é disseminar a utilização desta tecnologia, que busca uma gestão mais eficiente das obras, reduzindo prazos e custos.

Dois palestrantes representam a Prefeitura no evento, ambos servidores da Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (Semplan). A arquiteta e coordenadora de Projetos Virgínia Moura é líder da adoção do BIM na PMT e terá a companhia do engenheiro Paulo Guilherme, que também atua como consultor técnico na implementação desta metodologia no poder público municipal.

Segundo Virgínia, a utilização da plataforma é de interesse da Prefeitura pelos ganhos que ela traz no planejamento, execução e manutenção das obras públicas. “Com a utilização dessa metodologia, nós colocamos, gerimos e controlamos em uma única plataforma colaborativa e interdisciplinar todas as informações necessárias e geradas pelos projetos, orçamento e planejamento  e construímos em ambiente de realidade virtual a edificação antes de licitar a obra, identificamos através de tecnologia os clash (interferências/problemas), evitando retrabalhos, desperdícios, e consequentemente atrasos e aumento de custos gerando aditivos, que hoje frequentemente superam 20% do orçamento previsto. Além disso, conseguimos reduzir o tempo desde a elaboração do projeto até a entrega da obra”, explica ela.

“A longo prazo com a plataforma BIM em pleno desenvolvimento será possível também planejar a manutenção em toda sua vida útil, que atualmente corresponde a 80% do custo total do ativo e um dos gargalos e desafios da administração pública, reduzindo os custos, a depreciação por atrasos na reposição ou manutenção preventiva de equipamentos, aumentando sua eficiência e vida útil, possibilitando edificações seguras, sustentáveis, e confortáveis, mantendo contínua a satisfação dos seus usuários”, continua.

A implementação da metodologia inclui também uma adequação a exigências do governo federal, que emitiu um decreto em maio deste ano de 2018 estimulando a divulgação da plataforma, atualmente prevista para se tornar obrigatória em 2021.
O que é BIM?
A sigla significa Building Information Modelling (Modelagem de informação da construção) e consiste em um sistema que inclui a modelagem inteligente em 3D do projeto além da concentração de todas as informações, de diversas áreas, relativas à obra concentradas em um único documento, favorecendo uma melhor visualização do trabalho e um planejamento mais eficaz.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).