A coordenação do Programa Gestão Cidadã, da Secretaria Municipal de Planejamento e coordenação (Semplan), realizou nesta sexta-feira (30), um treinamento com representantes de todos os órgãos da gestão municipal para tratar da continuidade do programa, que entrará em seu quarto ciclo em 2019.

O objetivo é fazer um monitoramento mensal do plano de custeio de cada órgão, buscando reduzir e otimizar os gastos da Prefeitura, para que haja mais recursos para investimentos. Na ocasião, foram abordados a elaboração do plano de custeio, a metodologia do programa e o agendamento para o dia 20 das propostas e apresentação de ações.

“Cada órgão vai analisar suas despesas de custeio e apresentar suas propostas. Estipulamos uma meta financeira em 2019, para que possamos reduzir gastos na Prefeitura em torno de 27 milhões de reais, e para isso avaliaremos as ações propostas, sempre visando atingir o nosso objetivo”, ressaltou Eduardo Speeden, coordenador de Orçamento da Semplan e do programa Gestão Cidadã.

Algumas ideias já foram testadas. A vigilância eletrônica, por exemplo, foi uma experiência bem sucedida na SEMEC. A utilização de táxi como meio de locomoção para o servidor e a instalação de redutores de vazão nas torneiras das escolas municipais para reduzir o consumo de água também são ações que podem ser expandidas em toda a Prefeitura.

“Vamos negociar o que de fato vai ser possível reduzir de ações para o próximo ano. Já temos algumas ações modelo que esperamos ver nos planos de cada órgão, para que possamos seguir e dar continuidade ao projeto que vem reduzindo consideravelmente os gastos na Prefeitura nos últimos três anos”, concluiu Eduardo Speenden.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).