O Colab, ferramenta que possibilita a população enviar os problemas estruturais da sua localidade na cidade de Teresina, teve um aumento de 1.917 novos usuários de janeiro a dezembro de 2018, contabilizando 8.007 usuários na capital piauiense. O crescimento, que representa pouco mais de 31% de usuários, se deu principalmente devido a um planejamento de divulgação do aplicativo, que aconteceu durante todo o ano.

“Consideramos o ano de 2018 como positivo para o Colab, pois implementamos um conjunto de ações de divulgação de acordo com o que foi planejado e conseguimos assim quase dois mil novos usuários”, disse Dayanna Kraieski, gestora do Colab na Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (SEMPLAN).

O aplicativo registrou ainda 5.878 publicações, que são demandas enviadas pela população, 22.576 apoios, 3.784 comentários e 3.040 demandas resolvidas. As principais demandas enviadas são de buracos nas vias, estacionamentos irregulares, entulhos em calçadas e vias públicas e solicitação de limpeza urbana.

Segundo Dayana Kraieski, a meta para 2019 é continuar aumentando o número de usuários, além de implementar novas medidas para aumentar a resolutividade das demandas.

“Para o próximo ano temos como meta ampliar ainda mais o número de usuários e paralelamente instituir e implementar uma agenda de visitas às secretarias, visando melhorar a resolutividade das demandas, priorizando uma gestão participativa da plataforma com o objetivo de termos maiores resultados”, pontuou.

Colab

O Colab é uma ferramenta utilizada pela população para comunicar os problemas do seu bairro ao poder público, criando uma ponte entre o cidadão e a Prefeitura, de forma que o cidadão possa colaborar mandando informações com fotos de problemas como buraco nas vias, imóveis abandonados, postes de iluminação com defeito, entre outras coisas que são recebidas pela ouvidoria da Prefeitura. Ao serem avaliadas, essas demandas são encaminhadas para os órgãos responsáveis. O aplicativo está disponível para celulares Android e Iphone e o download é gratuito.

 

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).