SEMPLAN – Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação
Teresina, 21 de Setembro de 2017

Você está em » Destaques

CAF seleciona projeto para melhorar transporte em Teresina

11/07/2017 - 08h07
TERMINAIS

A Prefeitura de Teresina foi uma das oito instituições selecionadas pela CAF (Banco de Desenvolvimento da América Latina) para receber financiamento de projeto para a melhoria do transporte público na capital. A seleção foi feita durante a I Convocatória Internacional da CAF de Avaliação de Impactos para Melhor Gestão, que escolheu a proposta da administração municipal para fazer Monitoramento da Operação do Transporte Público Urbano.

 

“Nossa intenção, ao elaborar a proposta e buscar esse apoio, é melhorar os índices de satisfação dos usuários do transporte público de Teresina. Com apoio da CAF, vamos diagnosticar, de forma mais objetiva, a situação do serviço que é prestado hoje, detectar os problemas e, a partir disso, elaborar uma política pública que possa solucionar esse gargalo”, explica a coordenadora da Agenda 2030, Gabriela Uchoa.

 

Ela ressalta que será feito um diagnóstico rigoroso do cumprimento de horários e qualidade do serviço nas linhas de ônibus. “A partir daí, iremos montar uma política para melhoria do sistema que envolve o estudo da quantidade de carros por linha, tempos de rota, e também um trabalho de capacitação e acompanhamento com motoristas, cobradores, fiscais de empresas e da própria Strans.”

 

O diagnóstico será realizado em parceria com instituições e profissionais qualificados, que também irão colaborar na aplicação das soluções encontradas. “Iremos receber aconselhamento gratuito para resolver uma demanda que tem impacto em toda cidade”, comenta Gabriela. Além de profissionais da CAF, instituições parceiras de renome internacional darão suporte à administração municipal na elaboração do protótipo da política pública.

 

A proposta de Monitoramento da Operação do Transporte Público Urbano foi elaborada pela Secretária Municipal de Planejamento e Coordenação (Semplan) e da Superintendência de Trânsito e Transporte (Strans). Das 30 propostas que foram para final, oito foram selecionadas e receberão recursos para ajudar a criar uma aprendizagem de qualidade e promover a institucionalização da avaliação de impacto como uma ferramenta de governança.