PMT realiza treinamento com base no novo Código de Obras e Edificações

A Prefeitura de Teresina realizou ontem (07), o primeiro treinamento do novo Código de Obras e Edificações com analistas e gerentes de Urbanismo de todas as Superintendências de Desenvolvimento Urbano (SDU) da capital. As reuniões serão realizadas semanalmente por meio da Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (SEMPLAN) e pretende uniformizar os procedimentos das SDUs na aplicação do novo Código de Obras.

 
A nova legislação visa simplificar e agilizar os procedimentos administrativos para o licenciamento de obras e edificações na cidade dentro de um novo conceito que já está sendo adotado em cidades como São Paulo e Belo Horizonte.

 
O novo Código prioriza a responsabilidade técnica e muda padrões desatualizados estabelecidos até o momento no mercado da construção civil, privilegiando a aplicação das Normas Técnicas para a Construção Civil, elaboradas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

 
“A partir do novo Código, haverá uma mudança de cultura do controle extremo que o executivo tem sobre as obras, promovendo análises do que não compete ao Poder Público. Não cabe à PMT corrigir projetos, essa é uma responsabilidade do profissional. Então, os treinamentos que estão acontecendo são muito importantes para uniformizar os procedimentos e fazer com que os nossos profissionais estejam aptos a resolver problemas com base no que é determinado pelo Código de Obras e Edificação”, finaliza a secretária executiva de planejamento urbano da Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (SEMPLAN), Constance Jacob.

Câmara aprova lei sobre parcelamento do solo

O projeto de lei que dispõe sobre o parcelamento do solo no município de Teresina foi aprovado ontem (07) pela Câmara Municipal. O texto segue agora para sanção do prefeito Firmino Filho.

 

A secretária executiva de Planejamento Urbano da Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (SEMPLAN), Constance Jacob, ressaltou a finalidade urbanística do projeto de lei: “A alteração na legislação de parcelamento do solo visa conter o espraiamento urbano de Teresina, otimizando a infraestrutura já existente e trazendo segurança jurídica aos empreendedores do ramo da construção civil. O projeto de lei de parcelamento do solo denota o compromisso de pensar Teresina para o futuro e de dotar a cidade, hoje, de todos os mecanismos para que ela cresça de forma ordenada e sustentável”.

 

O projeto de lei visa impedir a expansão da cidade para pontos extremos, de forma que não segregue mais famílias para lugares distantes. “O projeto pretende adensar a cidade, fazendo com que ela cresça para dentro. Assim, o cidadão terá acesso aos serviços de infraestrutura na cidade que já está consolidada, como cinemas, teatros, praças, escolas e postos de saúde”, finalizou Constance Jacob.

Escola Municipal Antônio Gayoso realiza sarau literário

A Escola Municipal Deputado Antônio Gayoso, localizada na região do Parque Lagoas do Norte, zona norte de Teresina, organizou o Sarau LíteroCultural, com o objetivo de despertar o interesse dos estudantes pela leitura e produção textual. O projeto envolve os alunos do 5º ao 9º ano no mundo da apreciação e produção de poesias.

 
A programação variada teve apresentação de dança e música, além de declamação de poesias, exibição de documentários e até oficina de leitura. Durante o evento os alunos apreciaram as produções literárias dos estudantes que estavam expostas e que foram criadas após os estudos em sala de aula sobre prosa poética, cordel e mini-contos.

 

“Os alunos participaram de todas as atividades do projeto, que envolveu leitura, interpretação, audição e produção de poesias. Esses momentos motivaram os estudantes a ler por prazer e a perceberem seus talentos. Os alunos perceberam sua evolução linguística e se mostraram mais seguros em expressar seu aprendizado”, destacou Joaquim José da Cruz Filho, diretor da escola.

 

Por meio do Programa Lagoas do Norte, a escola foi reformada em março e passou a contar com 15 salas de aula, banheiros adaptados, refeitório, biblioteca, laboratório de informática, diretoria, secretaria, sala de professores, sala de apoio pedagógico, cozinha, pátios cobertos, quadra externa e interna cobertas, sistema de pára-raios e de tubulação contra incêndios.A obra de reforma e ampliação da escola custou R$ 1.212.137,00.

 

Com 900 alunos matriculados, a unidade de ensino tem capacidade para atender até 1.200 alunos do 3º ao 9º ano do Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA), funcionando nos três turnos.

 

Com informações da ASCOM – SEMEC

PMT realiza reunião com representantes da Vila da Paz

Desde abril, a Prefeitura de Teresina realiza reuniões mensais com representantes da Vila da Paz, zona Sul da capital. O objetivo é promover uma maior participação da comunidade com o órgão gestor, bem como apontar problemas a serem resolvidos e solucionar dúvidas da comunidade. Ontem (06), durante a reunião mensal, foi discutido o andamento das obras e realizado o acompanhamento das famílias reassentadas.

 

O projeto de urbanização da Vila da Paz foi iniciado no final de 2013 e conta com canal de drenagem, esgotamento sanitário, abertura de vias e complementação de água e energia elétrica. As intervenções no local somam um investimento de R$ 16.996.066,47, com recursos da Prefeitura de Teresina e do Ministério das Cidades.

 

“São imensamente importantes esses encontros porque nos ajudam a ter um contato direto com a comunidade, escutando suas reclamações, medos, anseios e expectativas. Por meio da reunião, percebemos que as intervenções realizadas na área estão sendo bem recebidas pela sociedade, logo porque aquele local era constantemente inundado e essa realidade está mudando com as obras de urbanização. Até agora, 120 famílias já foram retiradas da área de risco e reassentadas em habitações do Minha Casa Minha Vida, promovendo uma melhor qualidade de vida”, explica Francisca Alves, assessora de coordenação da Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (SEMPLAN).

 

As reuniões acontecem na primeira segunda-feira de cada mês. Participam do encontro o Comitê de Acompanhamento de Obras da Vila da Paz e representantes das secretarias municipais de Planejamento e Coordenação (SEMPLAN) e de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH), e da Superintendência de Desenvolvimento Urbano Sul (SDU/SUL).

Firmino Filho inaugura macrodrenagem e canal do São Joaquim

Foi uma noite de festa para os moradores da zona Norte de Teresina. O prefeito Firmino Filho inaugurou nesta segunda-feira (06) todo o sistema de macrodrenagem do São Joaquim, um investimento de cerca de R$ 11,8 milhões, integrante do Programa Lagoas do Norte. As obras de macrodrenagem foram realizadas através da Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (SEMPLAN) e do Programa Lagoas do Norte, com recursos do Ministério das Cidades, do Banco Mundial e da Prefeitura de Teresina.

As obras de macrodrenagem compreendem o aumento de vazão e urbanização do Canal São Joaquim; seis pontilhões; o canal da Vila Padre Eduardo; o sistema de controle de vazão das águas, com comportas e casas de manobra; e a estação elevatória de água, com o sistema de bombeamento e o canal de dissipação, além da urbanização e da instalação de alambrado do campo de futebol.

Durante a solenidade, o prefeito também assinou ordem de serviço para construção da quadra poliesportiva do bairro, que ficará no cruzamento das ruas Henrique Rebelo e Vereador Demóstenes Maranhão, e na qual serão investidos R$ 277.315,72 , com recursos do PAC II.

Para José Preto, que mora próximo ao Canal há mais de 30 anos, a mudança só traz benefícios. “Agora, além de estar mais bonito, também melhora a vida da gente porque não vai ter mais alagamento, nem vai mais ter aquele aspecto de abandono. Sem falar do bem que traz pra saúde das nossas famílias porque diminui o risco de doenças”, comemorou.

O secretário municipal de Planejamento e Coordenação, Washington Bonfim, afirmou que a obra entregue nesta segunda-feira traz mais segurança aos moradores. “Esta é uma obra muito importante para toda região, porque o sistema de drenagem vai evitar que as pessoas que moram aqui sofram com possíveis alagamentos. Isso traz mais segurança, dá a possibilidade delas aproveitarem a área para lazer e ter melhor qualidade de vida, que é o nosso compromisso com a população. Nosso objetivo é estar perto de quem precisa e fazer sempre o nosso melhor”, pontuou.

A moradora Ana Maria da Silva garantiu que a comunidade também vai fazer sua parte. “Todos estamos muito felizes com nosso bairro! Está tudo bonito e iluminado! Também vamos fazer a nossa parte e zelar pelo que conquistamos”, enfatizou.

Erick Amorim, coordenador do Programa Lagoas do Norte, declarou que os projetos são pensados para a humanização das áreas. “Este ano é muito especial na parte de urbanização da zona Norte. Quando pensamos no que podemos realizar, levamos em consideração a humanização do local e o embelezamento, para que quem vive no local tenha orgulho e possa aproveitar cada espaço. Já estamos fazendo algumas intervenções e criamos uma galeria de arte urbana e, hoje, quero anunciar um novo edital para a grafitagem da segunda parte do canal, que será divulgado amanhã”, disse.

Firmino Filho disse que no Programa Lagoas do Norte existem obras em vários setores e o principal é a drenagem e esgotamento sanitário. “A entrega deste canal não é importante apenas pela obra em si, mas pelo que ela representa dentro do Programa Lagoas do Norte. Queremos transformar as lagoas em fontes de vida. Garantir, através dos projetos, moradia segura e digna, fazer a urbanização da área para que quem vive aqui possa sustentar sua família com atividades exercidas aqui neste local, por isso vamos investir em turismo, segurança, habitação, sistema viário e ter sempre um diálogo honesto com a comunidade para atender às necessidades e far o nosso melhor”, finalizou o prefeito.

 

Fonte: SEMCOM-PMT

 

 

PMT realiza o plantio de 114 mudas no Canal do São Joaquim

A Prefeitura de Teresina promoveu a arborização do entorno do Canal São Joaquim, localizado no bairro de mesmo nome, zona Norte da capital. A ação foi realizada por meio da parceria entre a Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (SEMPLAN) e a Coordenação do Plano Municipal de Arborização de Teresina.

 
Foram plantadas 114 mudas nativas da região, como acácia azul, jasmim laranja, jasmim manga, ipê mirim, além de espécies ornamentais, como a ixora. O Canal é uma ação integrante do sistema de drenagem do Programa Lagoas do Norte e será inaugurado na noite desta segunda-feira (06).

 
“A arborização promove uma série de mudanças ecológicas, estéticas e sociais na cidade. Por exemplo, promove a melhoria do microclima, a preservação da flora nativa da região e o conforto térmico por meio de sombreamento. Além disso, as árvores fazem parte do cotidiano das pessoas, gerando um vínculo com a natureza. Estamos ampliando a cobertura vegetal do Canal São Joaquim e intensificando as atividades de educação ambiental, para que a população nos ajude a preservar as belezas e a natureza do local, usufruindo de forma ecologicamente correta”, destaca a educadora ambiental do Programa Lagoas do Norte, Zelinda Oliveira.

 
As obras realizadas no Canal São Joaquim compreendem o aumento de vazão do canal, a implantação de sistema de controle dessa vazão, além da urbanização e iluminação do local. As intervenções totalizam investimentos na ordem de R$ 4,1 milhões, com recursos oriundos do Ministério das Cidades, do Banco Mundial e da Prefeitura de Teresina.

Prefeitura inaugura macrodrenagem e canal do São Joaquim

O prefeito de Teresina, Firmino Filho, inaugura às 19h dessa segunda-feira (06) todo o sistema de macrodrenagem do São Joaquim, um investimento de cerca de R$ 11,8 milhões, integrante do Programa Lagoas do Norte. A inauguração será realizada no Canal São Joaquim, à rua Presidente Lincoln, bairro São Joaquim, zona Norte de Teresina.

 

Durante a solenidade de inauguração, o prefeito Firmino Filho assinará ordem de serviço para a construção de quadra poliesportiva no bairro São Joaquim, no valor de R$ 277.315,72.

 

Macrodrenagem

 

As obras de macrodrenagem compreendem o aumento de vazão e urbanização do Canal São Joaquim; seis pontilhões; o canal da Vila Padre Eduardo; o sistema de controle de vazão das águas, com comportas e casas de manobra; e a estação elevatória, com o sistema de bombeamento e o canal de dissipação, além da urbanização e da instalação de alambrado do campo de futebol. Toda a obra custou R$ 11.813.807,62 com recursos oriundos do Ministério das Cidades, do Banco Mundial e da Prefeitura de Teresina.

 

“O sistema de macrodrenagem controla a vazão das águas e soluciona o histórico problema de enchentes e alagamentos na região, proporcionando mais qualidade de vida para a população. Apenas no Canal São Joaquim, por exemplo, a capacidade de vazão foi triplicada. Fizemos a iluminação e urbanização de todo o entorno, que hoje é utilizado pelos moradores para esportes e lazer. Do investimento de mais de R$ 11 milhões em toda a macrodrenagem, mais de R$ 4 milhões foram utilizados no Canal São Joaquim. Com a macrodrenagem, as águas são direcionadas à Lagoa dos Oleiros e, de lá, lançadas no Rio Parnaíba, e deixam de representar  risco aos moradores”, explicou Washington Bonfim, secretário municipal de Planejamento e Coordenação.

 

Quadra poliesportiva

 

A ordem de serviço para construção de uma quadra de esportes para a prática de futsal, basquete e vôlei vai ser assinada durante a inauguração do sistema de macrodrenagem. A quadra fica localizada no cruzamento das ruas Henrique Rebelo e Vereador Demóstenes Maranhão, bairro São Joaquim, zona Norte da capital, e está orçada em R$ 277.315,72, com recursos do PAC II.

 

Para o coordenador do Programa Lagoas do Norte, a quadra é um desejo dos moradores e deve melhorar a qualidade de vida da população, estimulando a prática de esportes. “A quadra fica dentro da área do Parque Lagoas do Norte e é um atrativo a mais para os frequentadores. O Parque já conta com a academia popular, aulas de aeróbica e ginástica localizada e já se consolidou como praça esportiva, sendo utilizado diariamente pelos moradores da região. Ainda assim, percebemos que a sociedade tinha o anseio pela construção de uma quadra poliesportiva, para prática de diferentes modalidades de esportes, principalmente no período noturno. Centenas de pessoas, das mais diversas idades, serão beneficiadas com o novo espaço”, observou Erick Amorim.

 

A quadra terá 20 metros de largura por 40 metros de comprimento; 165,8 metros quadrados de alambrado e iluminação para a prática de esporte no período noturno.

 

Após a assinatura da ordem de serviço, a empresa responsável pela obra terá o prazo de 90 dias para concluir a quadra de esportes.

 

 

Prefeitura realiza arborização do Canal do São Joaquim

A Prefeitura de Teresina deu início ao projeto de arborização do entorno do Canal do São Joaquim, localizado no bairro de mesmo nome, zona Norte da capital. Para isso, serão plantadas 94 mudas nativas da região, como Acácia Azul, Jasmim Laranja, Jasmim Manga, Ipê Mirim, além de espécies ornamentais, como a Ixora. O Canal é uma ação integrante do sistema de drenagem do Programa Lagoas do Norte e será inaugurado na próxima segunda-feira (06).

 

 

“A arborização promove uma série de mudanças significativas no local, como a melhoria do microclima, a preservação da flora nativa da região, o conforto térmico por meio de sombreamento, além de melhorar o aspecto visual da cidade. Estamos ampliando a cobertura vegetal do Canal do São Joaquim e intensificando as atividades de educação ambiental, para que a população nos ajude a preservar as belezas e a natureza do local, usufruindo-o de forma ecologicamente correta”, destaca a educadora ambiental do Programa Lagoas do Norte, Zelinda Oliveira.

 

 

As obras realizadas no Canal do São Joaquim compreendem o aumento de vazão do canal, a implantação de sistema de controle dessa vazão, além da urbanização e iluminação do local. As intervenções totalizam investimentos na ordem de R$ 4,1 milhões, com recursos oriundos do Ministério das Cidades, do Banco Mundial e da Prefeitura de Teresina.

 

 

A ação de arborização está sendo realizada pela Prefeitura de Teresina, por meio da parceria entre a Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (SEMPLAN) e a Coordenação do Plano Municipal de Arborização de Teresina, e será concluída na próxima segunda-feira (06).

 

 

PMT realiza oficina para apresentar ideias de melhorias urbanas

No próximo dia 10, das 07h30 às 13h, a Prefeitura de Teresina realiza a Oficina Boas Práticas, que tem como objetivo apresentar ideias usadas em cidades que são referências em ações de melhorias para as pessoas através das intervenções públicas. O evento será realizado no auditório da Secretaria Municipal do Trabalho, Cidadania e de Assistência Social (SEMTCAS).

 

Para o coordenador de Controle e Gestão da Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (SEMPLAN), Domingos Júnior, a ação visa descobrir boas práticas que possam ser replicadas em Teresina: “É importante trazer e mostrar ideias que estão dando certo em outros lugares, mas sempre tendo o cuidado de levar em conta as peculiaridades da nossa cidade, como clima, arborização, transporte público, entre outros. Durante o evento, teremos quatro grupos, cada um formado por oito técnicos da SEMPLAN, para apresentar essas boas práticas durante 25 minutos. Em seguida, serão abertos 15 minutos para debate”, explica.

 
Os quatro grupos foram orientados a seguir a metodologia do Programa Cidades Sustentáveis. A programação conta com apresentações sobre bens naturais, gestão local para sustentabilidade, planejamento e desenho urbano, consumo responsável, opções de estilo de vida e desafios em melhor mobilidade.

 
O evento é uma realização da Prefeitura de Teresina, por meio de parceria entre as secretarias municipais de Planejamento e Coordenação (SEMPLAN) e do Trabalho, Cidadania e Assistência Social (SEMTCAS).

Educando para Prevenir conscientiza pais sobre os prejuízos causados pelo uso das drogas

A Prefeitura de Teresina deu início ao projeto “Educando pra Prevenir”, que visa conscientizar e direcionar os pais sobre a problemática das drogas. O projeto foi iniciado na região do Lagoas do Norte. A programação contou com palestras e ações de conscientização com os pais dos alunos do Centro Municipal de Educação Infantil Tia Jane, localizado no bairro São Joaquim, área beneficiada pelo Programa Lagoas do Norte.

 

 

Os CMEIs Tia Helena Medeiros, Vila Pantanal II, Zélia Gattai Amado e Peixe Vivo também serão beneficiados com o projeto. Para cada centro de educação foi escolhida uma data. As atividades seguirão até o dia 27 deste mês, de forma que os pais dos alunos sejam atendidos separadamente, conforme suas necessidades.

 

 

De acordo com Gardênia Portela, Gerente de Educação Infantil da Secretaria Municipal de Educação (SEMEC), a garantia do sucesso da escola é poder contar com a família. “Este projeto visa desenvolver um papel social de conscientização com a família para que ela possa contribuir na prevenção desde cedo com a criança ainda pequena”, diz.

 

 

Segundo o delegado Samuel Silveira, coordenador do grupo de trabalho de formação da Guarda Municipal, a única forma de prevenir as drogas é educando. O delegado explica ainda que a prevenção não deve ficar apenas dentro da escola e que a família é uma aliada indispensável para ajudar a combater esse problema.

 

 

“A Prefeitura tem cumprido o seu papel e se esforçado no enfrentamento às drogas. Essa ação acontece com uma abordagem diferente, pois se dá no campo da prevenção. É importante conscientizar as famílias do seu papel na educação dos filhos, pois muitos pais colocam toda a responsabilidade na escola e se esquecem de participar da educação cidadã das crianças. A grande novidade é iniciar a prevenção ao uso de drogas logo na primeira infância, acompanhando as crianças e suas famílias. Dessa forma, reduziremos os riscos de envolvimento dessas crianças, quando maiores, com drogas lícitas e ilícitas e outras situações de violência”, explica o delegado.

 

 

O projeto é uma parceria entre as secretarias municipais de Planejamento e Coordenação (SEMPLAN), de Governo (SEMGOV), de Educação (SEMEC) e o grupo de trabalho de formação da Guarda Municipal.

 

 

“O projeto Educando para Prevenir é uma ação positiva, pois, a escola é uma instituição que não pode ficar isolada com a sociedade, temos que trabalhar na prevenção com o foco neste problema social, quanto mais cedo os pais e crianças souberem dos prejuízos causados pelas drogas, mais cedo poderemos evitar” conclui Ana Carina diretora do Cmei Tia Jane.

 

FONTE: ASCOM SEMEC