SEMPLAN – Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação
Teresina, 21 de Setembro de 2017

Você está em » Notícias

Festival de Tambozeiros tem inscrições prorrogadas

17/07/2017 - 11h07

As inscrições para o I Festival de Tambozeiros de Teresina foram prorrogadas e podem ser feitas até o dia 30 de julho na administração do Parque Lagoas do Norte. A intenção é atender o maior número de terreiros do município. Com a prorrogação, as eliminatórias passaram para os dias 05 e 06 de agosto.

 

Segundo Ingrid Silva, conselheira Nacional de Política Cultural representando a cultura Afro-Brasileira dentro do Ministério da Cultura, a procura pelo evento está grande. “As inscrições estão acontecendo em ritmo acelerado e, devido à alta procura, decidimos aumentar o prazo. Acreditamos que este vai ser um momento para que todos que fazem parte desta cultura possam desmistificar para a população qualquer pensamento ruim sobre a prática”, disse.

 

Outra novidade é a participação do mestre Bita do Barão, que será um dos julgadores do Festival. Grupos afros da Bahia também estão no evento.

 

Cada grupo de Tambozeiro poderá ser composto por, no máximo, sete membros. Os participantes devem levar também um quilo de alimento não perecível (exceto sal), que serão doados a um abrigo de idosos que será escolhido pelo CENARAB-PI.

 

O Festival será realizado em duas etapas eliminatórias e o resultado final será apresentado no dia 19 de agosto durante a 5ª edição do Cultura Negra Estaiada na Ponte. A premiação será para os três primeiros colocados: o primeiro lugar irá receber o valor de R$ 3.000,00, o segundo lugar o valor de R$ 2.000,00 e o terceiro lugar recebe um kit de atabaques.

 

O Festival tem como objetivo resgatar as manifestações culturais dos Povos de Matrizes Africanas e acontece através Prefeitura de Teresina e Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMCMC), em parceria com o Programa Lagoas do Norte, Centro Nacional de Africanidade e Resistência Afro-Brasileira (CENARAB), Secretaria Estadual da Assistência Social e Cidadania (SASC) e Secretaria Municipal de Economia Solidária (SEMEST).

 

FONTE: FCMC