SEMPLAN – Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação
Teresina, 21 de Novembro de 2017

Você está em » Destaques

I Festival de Tambozeiros é lançado no Parque Lagoas do Norte

11/07/2017 - 17h07
Lagoas

Foi oficialmente lançado, na manhã de hoje (11), o I Festival de Tambozeiros de Teresina, na sede administrativa do Parque Lagoas do Norte. O evento marca a cultura dos povos de matrizes africanas presentes no município.

 
“O festival é uma forma dos povos de terreiro se expressarem e mostrarem que merecem respeito. É um grito de existência, de necessidade de respeito. Essas ações que estão sendo desempenhadas agora vem para diminuir esse preconceito. É importante ter uma cidade que respeite as diferenças, inclusive na questão religiosa. não podemos colocar nossos valores acima dos outros. temos que reconhecer o direito do outro de se manifestar”, afirmou o prefeito Firmino Filho.

 
Vinda de uma família tradicional da Umbanda, Mãe Ester acredita que o festival irá abrir caminhos para todos que fazem parte dessa cultura e irá ajudar a firmar a religião. “Esse festival é de muito axé, muita força, é aonde vamos mostrar os sons dos nossos ancestrais, a espiritualidade. Vai fazer com que as pessoas conheçam mais nossa cultura, então estamos com pensamentos positivos para atrair bons fluidos”, disse.

 
Desde 2016 dentro do calendário de festividades do aniversário de Teresina, as manifestações culturais dos povos de matrizes africanas têm ganhado espaço na comunidade. Para Ingrid Silva, Conselheira Nacional de Política Cultural representando a cultura Afro-Brasileira dentro do Ministério da Cultura, esse vai ser um grande passo para quebrar a intolerância com a religião. ” Vamos sair de dentro dos terreiros e mostrar para a população em geral o que fazemos, queremos desmistificar o que as pessoas pensam de ruim da nossa cultura. Somos uma cultura rica e ancestral e estamos muito felizes por essa realização”.

 
“Nosso desejo é que essa parceria com toda a comunidade continue para que possamos promover eventos e ações que façam esse resgate, esse pagamento que nós temos com a cultura negra”, finalizou o prefeito.

 
O evento é uma parceria da Prefeitura de Teresina e Fundação Municipal de Cultural Monsenhor Chaves (FMCMC) junto com o Programa Lagoas do Norte, Centro Nacional de Africanidade e Resistência Afro-Brasileira (CENARAB), Secretaria Estadual da Assistência Social e Cidadania (Sasc) e Secretaria Municipal de Economia Solidária (Semest).

 
O Festival
Para os interessados em participar, as inscrições são gratuitas e estão abertas até o dia 15 de julho no prédio administrativo do Parque Lagoas do Norte. Para se inscrever o candidato deve preencher a ficha de inscrição, apresentando os documentos pessoais (RG, CPF e comprovante de residência), uma carta de indicação (via declaração) do Terreiro ao qual pertence assinado pelo sacerdote ou sacerdotisa, deve apresentar um breve histórico da casa, yle, barracão, roça ou tenda.

 
Cada grupo de Tambozeiro poderá ser composto por no máximo sete membros. Os participantes devem levar também um quilo de alimento não perecível (exceto sal), que serão doados a um abrigo de idosos que será escolhido pelo CENARAB-PI.
O projeto será realizado duas etapas eliminatórias e o resultado final será apresentado no dia 19 de agosto na Ponte Estaiada, durante a 5ª edição do Cultura Negra Estaiada na Ponte. A premiação será para os três primeiros colocados. O primeiro lugar irá receber o valor de R$ 3.000,00, o segundo lugar o valor de R$ 2.000,00 e o terceiro lugar recebe um kit de atabaques.

 

FONTE: FCMC