A Agenda Teresina 2030, departamento da Secretaria Municipal de Planejamento (SEMPLAN), que trabalha visando os objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU, realizou na manhã desta sexta-feira (05), no Clube dos Diários, um evento aberto à população que contou com a presença de palestrantes nacionais e internacionais discutindo questões ligadas à gestão pública. As palestras e rodas de diálogo foram centradas, principalmente, em torno dos temas de mobilidade sustentável e governo aberto.

O evento foi aberto pelo secretário de planejamento, José João Braga, e pelo representante da prefeitura em Brasília, Erick Amorim, acompanhados das representantes da Agenda Teresina 2030, Gabriela Uchôa e Flávia Maia. Após a abertura, apresentando um pouco do trabalho da prefeitura e da Agenda em específico, foi dado início às palestras sobre mobilidade sustentável.

Foram ouvidas as políticas e experiências de diversos órgãos internacionais, como a prefeitura de Estrasburgo, a Agência Francesa de Desenvolvimento e o Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento, todos parceiros da Prefeitura de Teresina em diferentes projetos. Os palestrantes abordaram desde a evolução das políticas públicas de sustentabilidade à possibilidades de financiamento de projetos e cases de sucesso.

Em um segundo momento, os temas foram voltadas para as políticas de governo aberto, que visam trazer mais transparência sobre as ações governamentais e disponibilizar informações de qualidade para os cidadãos. Foram apontados, principalmente, os desafios técnicos para adotar essas políticas e também formas de engajar a sociedade no acesso à essas informações.

“A gente ficou muito feliz. O público foi maior do que a gente esperava, o que mostra que a população quer debater esse temas de sustentabilidade, de governo, etc. É muito positivo perceber que a cidade se engaja. Outra parte positiva foi a participação ativa da população, mostrando suas críticas e sugestões, o que é importante para os servidores públicos aprenderem a dialogar com a população e para a população aprender a ter diálogo com a prefeitura. Estamos vindo de muitos anos de estruturas muito formais e estamos passando por um momento de transição, quebrando certas hierarquias e se abrindo mais ao diálogo”, afirmou a coordenadora da Agenda Teresina 2030, Gabriela Uchôa.”

Achei bastante inspirador. Nós lemos muito sobre a parte teórica, e hoje vimos mais sobre as dificuldades desses processos da gestão pública. Estou saindo daqui extremamente inspirada e muito feliz”, disse a estudante de arquitetura e urbanismo, Ana Kelly.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).