A Agenda Teresina 2030, departamento da secretaria municipal de planejamento e coordenação (SEMPLAN) que busca levar a Prefeitura a alcançar os objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU, está presente no Congresso das Cidades no Espaço Futuro. A equipe da Agenda e parceiros levam ao evento, que começou na última segunda-feira (06), exemplos de diversos projetos do poder público relacionados à sustentabilidade, além de convidarem os visitantes a refletir sobre como cada um pode contribuir para uma cidade melhor.

Todo o stand é pensado para fazer o visitante se aprofundar em temas relacionados à sustentabilidade e conhecer o que a cidade está fazendo em torno dessa questão. São apresentados projetos como o MUV, aplicativo que incentiva a mobilidade sustentável, e o Colab, outra ferramenta digital através da qual o cidadão leva as demandas do seu bairro diretamente para a prefeitura através do celular, entre outras atividades.

“Achei muito interessante, pois tem muita coisa que é feita que eu não sabia. Saber que existem esses objetivos de desenvolvimento sustentável para serem alcançados até 2030 faz a gente pensar que temos metas a alcançar e querer aprender como podemos contribuir para elas”, afirma o estudante Rondinelli Santos, um dos visitantes do stand.

Para estimular essa reflexão, quem visita o stand é convidado a assumir um compromisso da cidade, deixando registrado em uma tela que atitude poderia tomar para contribuir com uma cidade mais sustentável. Ao assumir o compromisso, o visitante recebe gratuitamente um muda de árvore para levar para casa.

“Achei ótimo saber que uma atitude minha, por mais simples que seja, pode ter um impacto positivo para minha comunidade, para meus amigos e família. De brinde nós ainda ganhamos essa muda, que já é outra forma de melhorar a cidade”, conta a servidora pública Letícia Santos.

“Nosso objetivo é despertar a atenção das pessoas para a sustentabilidade, para o que nós estamos fazendo e o que elas também podem fazer. Com participação de todos, dados abertos, mobilidade sustentável, resiliência urbana, podemos ter uma cidade com maior qualidade de vida para toda a população”, finaliza a coordenadora da Agenda Teresina 2030, Gabriela Uchôa.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).