Foi aberta na manhã desta quarta-feira (23) a segunda audiência pública sobre a revisão do Plano Diretor de Ordenamento Territorial de Teresina (PDOT). No evento, que se estende durante todo o dia e é aberto à toda a população, serão apresentados os principais pontos, capítulo por capítulo, do novo PDOT, que visa organizar a cidade para os próximos dez anos.

A audiência contou com a presença de diversas autoridades municipais, dos delegados da comissão de acompanhamento do PDOT, eleitos na primeira audiência, e populares em geral. A abertura foi feita pelo prefeito Firmino Filho, que apresentou os conceitos gerais do plano e o objetivo da Prefeitura de Teresina ao propor novas formas de organizar a cidade.

“Nós estamos buscando deixar aqui uma das maiores contribuições para o futuro de Teresina. Estamos discutindo o futuro da cidade, para as próximas gerações, ou os nossos netos vão pagar o preço de morar em uma cidade muito espraiada, custosa de manter e onde será impossível manter os serviços”, afirmou.

Após a abertura, foi iniciada a apresentação dos capítulos do PDOT. Cada etapa teve 20 minutos de apresentação, seguidos de 15 minutos para apresentação de comentários e propostas pelas pessoas presentes na audiência pública. As propostas foram recebidas por escrito e serão posteriormente deliberadas entre os delegados.

“A comunidade está participando, o povo em geral, as lideranças comunitárias, os empresários, todo mundo, além das reuniões setoriais realizadas antes e do canal aberto através da internet. Essa participação é muito importante, assim como esse Plano Diretor, que vai ser um divisor de águas para Teresina”, comentou o líder popular e delegado do PDOT, Ascânio Sávio.

O momento também serve para esclarecer dúvidas e ouvir sugestões. “A ideia é que possamos tirar todas as possíveis dúvidas que ainda existam sobre o PDOT e ouvir sugestões também, garantido algo que seja benéfico para a cidade e construído com a participação dos próprios atores da sociedade civil”, disse a secretário executiva de planejamento urbano, Jhamille Almeida.

Para o secretário municipal de Planejamento, José João Braga, a audiência pública é mais uma demonstração da abertura para participação popular no processo de revisão do plano diretor. “Foi com debates e sugestões com diversos setores da sociedade civil que chegamos ao projeto de lei que está sendo apresentado, e que vai ajudar a construir uma Teresina com mais qualidade de vida para os seus moradores”, concluiu.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).