Os estudantes das escolas municipais Antônio Dilson Fernandes e José Nelson Carvalho, do 1º ao 9º ano, estão tendo a oportunidade de vivenciar uma experiência musical inédita. Nesta última semana, eles receberam os alunos do projeto Banda Escola, executado pela Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMCMC), que tem como objetivo mudar a vida de crianças e adolescentes através da música.

Para que o projeto fosse aplicado nas duas unidades, foi feito um diagnóstico financiado pelo Programa Lagoas do Norte (PLN) para avaliar, junto aos alunos e professores, quais tipos de problemas relativos à violência existiam no ambiente escolar. A partir disso, foi possível compreender e elaborar ideias para a solução de conflitos. Em seguida, o Programa abriu processo licitatório e fez a compra de 17 tipos de instrumentos musicais, com investimento de R$ 260 mil. Porém, o apoio à ampliação do Banda Escola também necessita da realização de consultorias específicas, que têm a finalidade de monitorar e contribuir para o impacto dessa ação na comunidade, tanto para os jovens quanto para suas famílias.

“Temos estudos que mostram a necessidade de enfrentarmos a questão da violência para garantir que os jovens da zona norte tenham possibilidades de melhores caminhos de vida. Uma das nossas missões é justamente estruturar alternativas sociais e culturais para atender a esse público”, afirma a diretora geral do PLN, Márcia Muniz.

O projeto Banda Escola é executado pela FMCMC no âmbito das unidades escolares do município. Ele promove espaços lúdicos e de criação, sobretudo para jovens e adolescentes que estejam passando por dificuldades na escola e na comunidade, oferecendo-lhes uma nova perspectiva, possibilidades de socialização e o potencial de iniciação profissional em uma carreira artística na área da música.

Mais que obras

Constituído de três vertentes de ação, o PLN vai além de obras físicas que buscam a melhoria de vida para a população que vive no entorno das lagoas e dos rios Poti e Parnaíba. Um dos seus componentes tem o objetivo de garantir que essas pessoas tenham acesso à cidadania.

Entre as ações já realizadas com o financiamento direto do programa, destacam-se a elaboração e implantação do Plano Municipal de Prevenção da Violência (Vila Bairro Segurança), o Diagnóstico da Violência Contra a Mulher em Teresina e o apoio para a implementação do Plano Municipal de Políticas Públicas para Mulheres. Além disso, ele vem custeando e prestando consultoria para a elaboração do Plano Municipal de Cultura.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).