Teresina se encontra com alto risco de vulnerabilidade climática. Para encontrar uma solução para os efeitos dos problemas climáticos, a Prefeitura de Teresina divulgou o edital de licitação para a contratação de uma empresa para elaboração do Plano de Ação Climática para a realização de um diagnóstico de vulnerabilidades à mudança do clima na capital. A ação servirá para mapear as áreas, populações e atividades potencialmente afetadas por essas mudanças, o inventário de Emissão de Gases do Efeito Estufa, permitindo o monitoramento de fontes emissoras e sumidouros.

O valor estimado do projeto é de R$ 625.803,84, com recursos da CAF. O especialista de engenharia urbana, Mauro Jonas, explica a importância da ação para a cidade. “Devido à intensidade das mudanças climáticas, Teresina presencia alterações constantes. Segundo o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), o Índice de Vulnerabilidade Climática para Teresina é ‘risco e extremo risco’. O Plano de Ação será o instrumento fundamental para subsidiar a ação contra os problemas que essa mudança do clima pode trazer para a cidade de Teresina”, informa.

A empresa ficará responsável pela definição dos limites do inventário e fontes de emissão de gases poluentes, categorizar as emissões, identificação de fontes e sumidouros, coleta de dados e cálculo de emissões e remoções, apresentação de resultados e gerenciamento da qualidade e verificação do inventário. O prazo para execução dos serviços será de dez meses, a partir da assinatura da ordem de serviço.

A entrega dos envelopes ocorrerá no dia 28/02/2020 a partir das 08h, na Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos (SEMA), na Rua Firmino Pires, 121– Centro, Teresina – Piauí.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).